Sociedade

Matosinhos. Mulher que agrediu juíza e procuradora em Tribunal vai ser internada compulsivamente

Recorde-se que as agressões terão ocorrido no âmbito de uma audiência de regulação de poder paternal, na passada quarta-feira. 

O Juíz de Instrução Criminal decidiu que a mulher que agrediu uma juíza e uma procuradora do Ministério Público, no Tribunal de Família e Menores de Matosinhos deve ser internada compulsivamente no Estabelecimento Prisional de Santa Cruz do Bispo, avançou a TVI24.

Recorde-se que as agressões terão ocorrido no âmbito de uma audiência de regulação de poder paternal, na passada quarta-feira. A mulher foi indiciada por ofensas à integridade física das duas vítimas.