Sociedade

Líder do furto de Tancos vai ser libertado

Foi atingido o limite do prazo de prisão preventiva para João Paulino.

João Paulino, alegado líder do grupo que furtou as armas de Tancos, vai ser libertado na próxima terça-feira, segundo a SIC Notícias. O i já ontem tinha avançado com a probabilidade de o detido vir a ser libertado em breve.

A sua libertação é justificada por ter sido atingido o limite do prazo de prisão preventiva para este arguido no processo de Tancos.

O antigo fuzileiro foi presente esta manhã ao juiz Carlos Alexandre para interrogatório na fase de instrução – que serve para decidir se o caso avança ou não para julgamento – e remeteu-se mais uma vez ao silêncio.