Vida

Jessica Simpson confessa ter sido vítima de abusos sexuais

A artista acabou por recorrer aos comprimidos e ao álcool para lidar com o trauma. "Estava a matar-me com bebida e comprimidos", lembrou. 

Jessica Simpson confessou ter sofrido de abusos sexuais quando era criança, no seu livro Open Book, onde revela vários detalhes sobre a sua vida pessoal e profissional. A cantora diz que este episódio, que ocorreu quando tinha seis anos, a marcou bastante e teve um grande impacto no seu futuro e nos seus vícios.

Jessica conta que o crime ocorreu "quando partilhou a cama com a filha de um amigo da sua família", num excerto do livro partilhado pela revista People. "Começou com cócegas nas costas e, depois, avançou para coisas que me deixaram extremamente desconfortável... eu era a vítima, mas, de alguma forma, sentia que eu é que estava errada", diz.

Só seis anos depois é que a cantora teve coragem de contar aos progenitores. Enquanto que a mãe disse de imediato que sabia “que algo de errado” se passava com a filha, o pai “ficou a olhar para a estrada e não disse nada", lembra a artista.

A artista acabou por recorrer aos comprimidos e ao álcool para lidar com o trauma. "Estava a matar-me com bebida e comprimidos", lembrou. 

Em 2017, Simpson sentiu que o álcool estava apenas a piorar tudo e decidiu recorrer à terapia, o que a ajudou não só a ultrapassar os seus vícios, como também o trauma de infância.