Sociedade

Linha Saúde 24 já recebeu três chamadas por causa do novo coronavírus

Em causa estão pessoas vindas da China.

A linha Saúde 24 já recebeu três chamadas de utentes oriundos da China, devido a sintomas suspeitos de coronavírus - que teve origem na região chinesa de Wuhan - revelou, esta sexta-feira, Graça Freitas, diretora-geral da Saúde.

“Já tivemos três chamadas, três casos possíveis, um deles esta noite, de pessoas que tinham preocupação perante sintomas e vinda da China", disse Graça Feitas, em declarações reproduzidas pela TVI24, revelando ainda que o último contacto foi “na última noite”.

De acordo com a responsável, os casos não passaram de suspeitas e, por isso, foram excluídos de observação médica.

“Esses casos não foram validados [como vírus], não passaram pelo crivo médico", explicou, garantindo ainda que em Portugal estão a ser tomadas todas as medidas preventivas e estabelecidas pela Organização Mundial de Saúde (OMS):

“Se o risco escalar, teremos de escalar as medidas", admitiu.

Recorde-se que, esta quinta-feira, a TVI24 avançou que os passageiros oriundos de voos da China não foram alvo de rastreio quando chegaram ao aeroporto de Lisboa, tendo sido analisados apenas antes de embarcarem.

À mesma estação televisiva, a ANA Aeroportos refere que o controlo é da responsabilidade da Direção-Geral da Saúde (DGS), que garante estar a seguir o protocolo da OMS, que recomenda que o rastreio seja feito apenas nos aeroportos chineses.

Recorde-se que o 2019-nCoV já fez 26 vítimas mortais e infetou 830 pessoas, segundo dados atualizados esta sexta-feira. Em Portugal, foram ativados os protocolos necessários para situações do género, tendo assim sido reforçada a linha Saúde 24, através do número 800242424.