Desporto

Fábio Coentrão mentiu em Tribunal?

Português, de 31 anos, disse em Tribunal que era um jogador de futebol "reformado" mas, entretanto, negou.

Fábio Coentrão foi ouvido, esta quarta-feira, por videoconferência, no Tribunal de Monsanto, no âmbito do caso do ataque à Academia de Alcochete. O jogador, que até então estava sem clube, rapidamente foi notícia, depois de se apresentar em Tribunal como um “jogador de futebol reformado”.

No entanto, em declarações ao Expresso, Coentrão negou o que tinha dito em Tribunal, ao dizer que está "pronto para abraçar um novo projeto". "Claro que não estou reformado", disse, citado pelo mesmo jornal, depois de confrontado com a veracidade das suas declarações em Tribunal.

A Rádio Renascença, que tinha sido um dos órgãos de comunicação a avançar que o português, de 31 anos, tinha anunciado o fim da sua carreira como futebolista profissional, relembra agora que, desta forma, Coentrão cometeu falsidade de depoimento e incorre numa pena que pode ir de multa a pena de prisão efetiva até três anos.