Internacional

Pai cria jogo de gargalhadas para filha não ter medo das bombas na Síria | Vídeo

Abdullah Al-Mohammad, de 32 anos, disse à criança de três anos que "o som dos bombardeamentos vem de armas de brincar".

Um homem de 32 anos transformou o medo da filha em autênticas gargalhadas. Abdullah Al-Mohammad criou um jogo com a menina de três anos, Salwa, para que não tenha pavor das bombas que caem na localidade de Saraqib, na Síria, dizendo-lhe que sempre que ouvir aquele estrondo tem de rir desalmadamente.

"As crianças estão a passar por um trauma psicológico por causa dos bombardeamentos constantes. Procurei uma forma de transformar estes bombardeamentos numa razão para rir. Disse às crianças que o som dos bombardeamentos vem de armas de brincar. Assim, não é algo assustador, mas divertido. Ela acha que as bombas são de armas de brincar", sublinhou Abdullah Al-Mohammad ao jornal The Independent.

Sem saber como sobreviver, o homem teve a inicativa de criar este jogo com o objetivo de dar alguma alegria à vida da menina. "Queremos apenas poder viver debaixo de um teto e termos algo para comer. Não queremos mais bombardeamentos", confessou.

A família de Abdullah fugiu para aquela província síria devido à guerra civil, vivendo agora em casa de um amigo. Apesar de a região não ser das mais afetadas, ouvem-se muitas vezes vários estrondos de lançamentos de bombas.

De acordo com a Organização das Nações Unidas, cerca de 900 mil pessoas saíram das suas terras para fugir da guerra desde dezembro de 2019.