Em paz

Obituário. João Ataíde das Neves

1958-2020   Um adeus inesperado


O deputado do Partido Socialista João Ataíde das Neves morreu subitamente ontem de manhã, aos 61 anos, horas de se ter abstido na votação dos projetos de lei da eutanásia. João Ataíde das Neves tinha também sido presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz e entre abril e outubro do ano passado foi secretário de Estado do Ambiente.

Nascido na Figueira da Foz, João Ataíde das Neves era licenciando em Direito pela Universidade de Coimbra e foi Juiz Desembargador do Tribunal da Relação de Coimbra – desde 2009 que, por se ter candidatado à presidência da Câmara Municipal da Figueira da Foz (como independente, pelas listas do PS), se encontrava em licença sem vencimento. Era, desde 2014, presidente da Comunidade Intermunicipal (CIM) Região de Coimbra e era ainda presidente da Mesa da Assembleia Geral da Incubadora de Empresas da Figueira da Foz, Associação de Arbitragem de Conflitos de Consumo, Administração do Porto da Figueira da Foz e da Estruturas e Investimentos do Mondego SA. E.

A sua partida inesperada causou reações de choque. O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, lamentou a morte de Ataíde das Neves, enaltecendo-lhe a tenacidade e a «dedicação à causa ambiental». «Todo o seu percurso como magistrado, como presidente da Câmara da Figueira da Foz e como secretário de Estado do Ambiente foi um exemplo de serviço público», considerou Matos Fernandes numa nota citada pela Lusa.

Do lado do PSD, Rui Rio foi um dos nomes que se despediu do deputado socialista nas redes sociais. «Estou chocado com o falecimento de João Ataíde das Neves. Ainda ontem participou normalmente nos trabalhos parlamentares. Um homem que tive o prazer de conhecer quando foi diretor da PJ no Porto e de quem só posso dizer bem. Os meus sentidos pêsames à família e ao PS», escreveu o presidente social-democrata no Twitter.