Desporto

Conselho de Disciplina abre processo disciplinar a Pinto da Costa após críticas à arbitragem

Recorde-se que em causa estão as declarações que o presidente do FC Porto fez, esta segunda-feira, numa entrevista ao Porto Canal.

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) instaurou um processo disciplinar ao presidente do FC Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa, devido às declarações que o dirigente portista fez, no Porto Canal, sobre a arbitragem.

Num comunicado, emitido esta quarta-feira, o CD refere que foi instaurado um processo disciplinar a “agente desportivo, com base em declarações sobre arbitragem".

Recorde-se que em causa estão as declarações que o presidente do FC Porto fez, esta segunda-feira, numa entrevista ao Porto Canal. Pinto da Costa deixou fortes críticas à atuação de Artur Soares Dias e Vasco Santos, no jogo frente ao Rio Ave, e falou em “falta de qualidade” dos árbitros.

"Se eles têm azar nos jogos do FC Porto e nós temos azar com eles, o melhor para evitar que haja azar de um lado e de outro é evitar que apitem jogos do Porto. Desejo que haja a maior cautela nas nomeações e que haja da parte dos árbitros a maior serenidade, que façam o seu trabalho. Se se sabe que há indivíduos que têm falta de qualidade, não podem ser nomeados para jogos em que está a discutir-se um título. Estes senhores não têm condições para apitar jogos do FC Porto e espero não os encontrar tão cedo", declarou.