Sociedade

Costa pede diretamente a emigrantes que não venham passar a Páscoa a Portugal

“Não sabemos se vamos estar assim um mês, dois meses, três meses", disse o líder do Executivo.

O primeiro-ministro, António Costa esteve, esta quarta-feira de manhã, no programa de Cristina Ferreira na SIC, e revelou que o aumento de mais de 800 casos confirmados demonstra que "ainda estamos na fase de crescimento", mas sublinha que a subida regista um ritmo menor, no dia anterior tinha havido um salto superior a mil infetados.

António Costa aproveitou ainda a oportunidade da presença televisiva para fazer um apelo aos emigrantes que estavam a pensar vir passar a Páscoa ao seu país: “As pessoas não podem ir a terra. Não podem ir visitar os familiares. Os emigrantes portugueses, este ano não venham, até porque não vão poder sair de casa. As famílias numerosas vão ter de estar cada uma em sua casa”.

E explicou: "Não sabemos se vamos estar assim um mês, dois meses, três meses". "Ninguém sabe quando, não sabemos e não vamos estar a iludir as pessoas", afirmou.