Cultura

Oktoberfest cancelado para evitar risco de propagação do coronavírus

O maior festival de cerveja do mundo, que iria acontecer entre os dias 19 de setembro e 4 de outubro, teve de ser cancelado, foi anunciado hoje pelo presidente da Baviera e de Munique.

O Oktoberfest, maior festival de cerveja do mundo, foi cancelado. O anúncio foi feito esta terça-feira, dia 21 de abril, numa conferência conjunta entre o presidente da região da Baviera, Markus Söder, e o autarca de Munique, Dieter Reiter. A notícia foi, entretanto, partilhada na página oficial do evento. 

"Analisando a atual situação, não consigo imaginar que um evento tão grande será viável nessa altura", disse Söder. Acrescentou que a decisão de cancelar o festival foi tomada conjuntamente com o edil da cidade de Munique.

Ainda foi lançada, há duas semanas atrás, uma ideia alternativa, onde os vendedores da Oktoberfest propuseram realizar uma versão mais modesta do Oktoberfest, que estaria aberta apenas aos habitantes locais de Munique e da região circundante do Estado da Baviera. A ideia foi rejeitada pelos funcionários da cidade.

O evento, que estava agendado para 19 de setembro a 4 de outubro, foi cancelado na sequência da pandemia da Covid-19 de forma a prevenir o contágio da doença.

O Oktoberfest é considerado o maior festival de cerveja do mundo, e realiza-se em Munique. Foi criado pelo rei bávaro Luís I para celebrar o seu casamento em 1810. 

Recorde-se que existem na Alemanha 143.457 pessoas infetadas com o novo coronavírus, sendo precisamente a zona da Baviera a mais afetada pela doença.