Politica

CDS quer prémio para profissionais que estão na linha da frente

Centristas elogioam profissionais de saúde no combate à pendemia. "Estão a fazê-lo de forma hercúlea"

O CDS apresentou hoje um projeto de resolução, no parlamento, a recomendar ao Governo que “estude e elabore um mecanismo que permita atribuir aos profissionais, designadamente aos de saúde, que se encontram na linha da frente no combate à pandemia, uma remuneração extraordinária, ainda que simbólica, a título de prémio e reconhecimento pelo seu extraordinário desempenho, dedicação e esforço”

“Os profissionais de saúde, nomeadamente médicos, enfermeiros, técnicos superiores, assistentes técnicos ou assistentes operacionais, são, de entre todos os portugueses, os que encabeçam este combate e estão a fazê-lo de forma hercúlea, com abnegação e com muitos sacrifícios, particularmente pessoais e familiares”, refere o diploma.

O CDS refere ainda exemplos de outros países que deram prémios aos profissionais que estão na linha da frente no combate à pandemia. O Governo francês anunciou que vai atribuir um prémio aos profissionais de saúde, pelo seu empenho no combate à Covid-19. A Suécia e Alemanha têm também implementado ou estão a estudar medidas de maior apoio aos profissionais de saúde.