Sociedade

Quase 24 mil casos confirmados e 903 mortos

O mais recente boletim de saúde divulgado pela DGS revela que apesar do aumento de 2,61% óbitos, nas últimas 24 horas, foram registados 1.329 recuperados.


O boletim da situação epidemiológica em Portugal, divulgado este sábado pela DGS, revela que o registo subiu para 903 óbitos, 23 dos quais ocorridos nas últimas 24 horas, o que se traduz num aumento de 2.61%.

Os casos confirmados são já 23.864 tendo surgido, nas últimas 24 horas, 472 novos diagnósticos positivos para covid-19, elevando para 23.864 o total de infetados oficiais, uma subida de 2,02%.

O número de recuperados também voltou a subir são agora 1.329, mais 52 do que no sábado. Há 1.005 doentes internados, dos quais 182 estão nos cuidados intensivos.

A aguardar resultados estão 4.673 pessoas e as autoridades de saúde têm em vigilância 30.453 contactos.

A região Norte continua a ser a que regista o maior número de mortos (519), seguida da região Centro (188), de Lisboa e Vale do Tejo (175), do Algarve (12), dos Açores (8) e do Alentejo que regista um morto.

Veja o perfil dos casos confirmados

186 meninos e 197 meninas com menos de 10 anos;
315 rapazes e 395 raparigas entre os 10 e os 19 anos;
1.141 homens e 1.583 mulheres entre os 20 e 29 anos;
1.407 homens e 1.930 mulheres entre os 30 e 39 anos;
1.563 homens e 2.448 mulheres entre 40 e os 49 anos;
1.568 homens e 2.475 mulheres entre os 50 e os 59 anos;
1.113 homens e 1.508 mulheres entre os 60 e 69 anos;
1.022 homens e 1.105 mulheres entre os 70 e os 79;
1.227 homens e 2.481 mulheres casos com mais de 80 anos.

9.742 casos do sexo masculino, 14.122 do sexo feminino

Óbitos

5 homens e 5 mulheres entre os 40 e os 49 anos
18 homens e 6 mulheres entre os 50 e os 59 anos;
52 homens e 26 mulheres entre os 60 e os 69 anos;
109 homens e 73 mulheres entre os 70 e os 79 anos;
264 homens e 345 mulheres com mais de 80 anos.

448 do sexo masculino, 455 do sexo feminino