Sociedade

Mais de 90 pessoas foram detidas no terceiro período do Estado de Emergência

Até á data, foram detidas 96 pessoas e encerrados 212 estabelecimentos no terceiro período do  Estado de Emergência.


Desde as 00h00 dia 18 de abril, quando foi renovado o Estado de Emergência, foram detidas 96 pessoas por crime de desobediência. De acordo com um comunicado do Ministério da Administração Interna, dos 96 detidos, 31 foram detidos por desobediência à obrigação de confinamento obrigatório, 47 por desobediência ao dever geral de recolhimento domiciliário, 7 por desobediência ao encerramento de instalações e estabelecimentos, 1 por desobediência às regras de funcionamento do comércio a retalho, 3 por desobediência às regras de funcionamento na prestação de serviços e 7 por resistência/coação. No mesmo período, foram encerrados 212 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas. 

Comparativamento aos números aos dois primeiros períodos do Estado de Emergência, até à data, registaram-se menos detenções e menos encerramentos de estabelecimentos. O terceiro período do Estado de Emergência termina dia 2 às 24h00 e, de acordo com as declarações do Governo, não deve ser renovado.

No total, 388 pessoas foram detidas e 2.352 estabelecimentos encerrados desde que foi imposto o primeiro período do  Estado de Emergência.