Sociedade

Quantos meios aéreos há? PSD quer resposta

Partido fez este domingo a pergunta aos ministros da Defesa e da Administração Interna e diz que já deveriam estar meios aéreos no terreno que não estão.

Numa pergunta entregue este domingo, dirigida a Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, e a João Gomes Cravinho, ministro da Defesa, o grupo parlamentar do PSD quer saber, exatamente, quantos meios aéreos estão disponíveis para combate aos incêndios. O partido pediu “uma maior transparência e humildade na abordagem” ao plano de combate aos incêndios.   

Segundo o PSD, não estão operacionais vários meios aéreos, deixando distritos como “Braga, Portalegre, Setúbal e Beja sem qualquer meio aéreo de combate aos incêndios”. Além disso, “deveriam estar já no terreno três meios aéreos de coordenação, um no distrito de Coimbra, outro no de Portalegre e um terceiro em Viseu que também não estão ainda operacionais”, lembrou o partido à tutela. 

Entre 15 e 31 de maio, refere o PSD, e de acordo com os meios previstos, “faltam pelo menos 8 helicópteros face à informação divulgada pelo Ministério da Administração Interna”.