Sociedade

Bruno de Carvalho diz ter sido alvo de um "assassinato de caráter"

O ex-presidente leonino foi ilibado, esta quinta-feira, das acusações que o envolviam no ataque á Academia do Sporting.

Bruno de Carvalho falou, esta quinta-feira, sobre a sentença que o ilibou das acusações relativas ao ataque à Academia do Sporting, em Alcochete, que ocorreu em maio de 2018. Apesar de todas as acusações contra o ex-presidente leonino terem sido retiradas, Bruno de Carvalho diz que "como cidadão" não se fez justiça.

"Estes dois anos foram tão pesados para mim e para a minha família, foi um assassinato de caráter, que esta decisão não elimina tudo. Não tem a ver só com o passado, mas com o meu dia-a-dia", começou por referir Bruno de Carvalho, numa entrevista à TVI. "Ainda agora há quem diga que não foi feita justiça ou que foi por falta de provas, que os poderosos nunca são presos e o assassinato de caráter ainda vai demorar a ser resolvido", acrescentou o ex-presidente do clube.