Sociedade

Número de desempregados dispara e economistas falam em risco de bancarrota

Pandemia trouxe mais 100 mil desempregados em Portugal, em maio. Economistas acreditam que número poderá ser ainda superior.

O número de desempregados disparou em maio. De acordo com os últimos dados do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), o número rondou os 409 mil, mais 103 763 pessoas sem emprego face a igual período do ano passado. Trata-se de um aumento de 34% em relação a maio de 2019 e de 4,2% face a abril – números que não surpreendem os analistas contactados pelo i. Para André Pires, “a escala das restrições deixará, com certeza, cicatrizes difíceis de curar, principalmente nas PME, que constituem grande parte do tecido empresarial português”, diz o analista da XTB.

Também Pedro Amorim defende que já se previa um aumento considerável do desemprego. Ainda assim, admite que a sua previsão está acima do anunciado, e isso deve-se ao facto de muitos desempregados ainda não terem feito o seu registo no IEFP.

Leia mais aqui.