Sociedade

Carlos Alexandre decide: Mexia e Manso Neto estão suspensos de funções na EDP

Juiz acolheu a promoção do MP que a defesa havia considerado ilegal.

O juiz Carlos Alexandre já decidiu. António Mexia, presidente da EDP, e João Manso Neto, CEO da EDP Renováveis, estão suspensos de funções e proibidos de entrar nas instalações da elétrica. Além disso, terão de pagar cauções de um milhão de euros cada um. Os dois arguidos ficam ainda proibidos de viajar para o estrangeiro.

O magistrado do Tribunal Central de Instrução Criminal terá decidido acolher toda a promoção do Ministério Público e que a defesa dos arguidos já havia classificado como ilegal.

Recorde-se que a defesa já havia tentado afastar o juiz Carlos Alexandre da investigação ao caso das rendas excessivas, tendo o Tribunal da Relação dado razão ao juiz e considerado que não havia fundamentos para tal afastamento.