Sociedade

Lisboa e Vale do Tejo com 87% dos novos casos de covid-19 em Portugal

Boletim diário da Direção-Geral da Saúde indica que 214 dos 246 novos casos foram registados nesta região.

A região de Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a que mais preocupa as autoridades de saúde no que respeita à propagação da covid-19. Este domingo, de acordo com o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS), é nesta região que estão representados 87% dos novos casos de infeção pelo novo coronavírus. No total, registaram-se mais cinco mortes (aumento de 0,3%)  e 246 infetados nas últimas 24 horas em Portugal (uma subida de 0,5%). 

Contabilizam-se atualmente 1.689 mortes e 48.636 casos de infeção no país. Os cinco óbitos registados este domingo foram todos detetados na região de Lisboa: quatro deles com, pelo menos, 80 anos e o quinto com idade compreendida entre os 70 e os 79 anos.

No entanto, as boas notícias surgem quando falamos tanto na diminuição de doentes internados como de pessoas hospitalizadas nos cuidados intensivos. Estão hospitalizados 439 doentes – menos 13 do que no sábado – e 61 em unidades de cuidados intensivos – menos quatro do que no dia anterior. Além disso, também o número de recuperados subiu significativamente, com o boletim da DGS a registar mais 216 doentes que se livraram da covid-19. Em julho, recorde-se, houve um pico no que toca aos doentes hospitalizados – 512 no dia 8 de julho – mas, apesar de ser evidente uma tendência de subida no início do mês, os números voltaram a diminuir.

No que respeita aos casos de covid-19 por região, Lisboa e Vale do Tejo soma um total de mais de 24 mil casos, seguindo-se a região Norte, que regista 18.338 casos. O Alentejo é a região com menos infetados, apresentando um total de 630 infeções. No entanto, a DGS já informou que a caracterização demográfica só é atualizada às segundas-feiras, pelo que os três concelhos mais afetados continuam a ser Lisboa, com 4.084 infetados, Sintra, com 3.219, e Loures, com 2.088.

Já os Açores continuam sem registar novos casos de covid-19, mantendo-se, por isso, com sete casos ativos. Numa nota divulgada, a Autoridade de Saúde Regional sublinhou que foram realizadas 931 análises nas últimas 24 horas, mas nenhum novo caso foi detetado. Dos sete casos nos Açores, cinco são oriundos da ilha de São Miguel, um da ilha das Flores e o restante da ilha Terceira. 

A covid-19, recorde-se, já provocou mais de 600 mil mortes e 14 milhões de infetados.