Internacional

Austrália: Mil milhões de animais afetados por fogos

O estudo indica que 143 milhões de mamíferos foram afetados por esta crise, além de 2,46 mil milhões de répteis, 180 milhões de pássaros e 51 milhões de sapos.

Catástrofe 
Cerca de três mil milhões de animais foram mortos ou deslocados pelos incêndios florestais que assolaram a Austrália em 2019 e 2020, segundo um estudo realizado por várias universidades australianas, que fala numa das “piores catástrofes” para a fauna na história moderna.

Condenados 
O estudo indica que 143 milhões de mamíferos foram afetados por esta crise, além de 2,46 mil milhões de répteis, 180 milhões de pássaros e 51 milhões de sapos. Contudo, apesar de não ser contabilizado de forma exata o número de animais mortos, as perspetivas para os que escaparam das chamas “provavelmente não são grandes” devido à falta de comida, abrigo e proteção contra os predadores, afirmou Chris Dickman, um dos autores.

Deslocação 
Este foi o primeiro estudo a levar em conta todas as áreas que arderam na Austrália, segundo Lily van Eeden, da Universidade de Sydney. “É difícil pensar em outros eventos noutras partes do mundo, na memória do homem, que mataram ou fizeram deslocar tantos animais”, afirmou Dermot O’Gorman, diretor da filial australiana da WWF, que atua nas áreas da conservação, investigação e recuperação ambiental.