Internacional

União Europeia disponibiliza 33 milhões de euros para o Líbano

O Executivo comunitário vai também enviar equipas de buscas e salvamento, assim como um navio militar.

A União Europeia (UE) anunciou, esta quinta-feira, que vai enviar 33 milhões de euros de ajuda para o Líbano. Para além da ajuda monetária, disponibilizada na sequência das explosões do porto de Beirute, o Executivo comunitário vai enviar equipas e meios técnicos para a capital.

A UE destacou já mais de 100 bombeiros altamente treinados de busca e salvamento, com veículos, cães e equipamento médico de emergência.

A ajuda foi comunicada pela presidente da Comissão Europeia ao primeiro-ministro libanês pelo telefone. Durante a conversa, Ursula Von der Leyen comunicou a Hassan Diab que ia colocar à disposição do país equipas especializadas na deteção química, biológica, radiológica e nuclear. Também um navio militar com capacidade de helicóptero para evacuação médica, e equipamento médico e de proteção, será disponibilizado pela UE.

Segundo um comunicado emitido pela EU, os 33 milhões de euros destinam-se a pagar as primeiras necessidades de emergência, apoio médico e proteção de infraestruturas críticas. Este valor poderá aumentar em função das necessidades do país, sujeitas a avaliação da UE.