Cultura

Cantor angolano Waldemar Bastos morre aos 66 anos

O artista foi reconhecido com vários prémios ao longo da sua carreira musical. 

O músico angolano Waldemar Bastos morreu, esta segunda-feira de madrugada, em Lisboa, segundo declarações de uma fonte do gabinete de comunicação do Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente de Angola. O cantor morreu aos 66 anos vítima de cancro, depois de ter estado em tratamentos oncológicos durante um ano. 

Waldemar Bastos foi reconhecido com o prémio de  New Artist of the Year nos World Music Awards em 1999. No ano de 2018, o músico foi distinguido com o Prémio Nacional de Cultura e Artes pelo  Estado angolano.