Politica

Costa garante ter "toda a confiança na senhora ministra do Trabalho"

Primeiro-ministro sai em defesa da ministra do Trabalho  Ana Mendes Godinho sobre as suas polémicas declarações sobre a situaçao nos lares: "Tenho toda a confiança na senhora ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social"

O primeiro-ministro garantiu esta terça-feira ter confança na ministra da Segurança Social e recusou que as suas declarações ao Expresso tenham sido uma forma de desvalorização da situação e recusou-se a alimentar "polémicas artificiais".

Mais, "tenho toda a confiança na senhora ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social", declarou António Costa, recordando que a inquérito ao caso do lar de Reguengos de Monsaraz, onde se verificou um surto de covid-19, foi aberto logo no dia 12 de julho. O caso foi enviado para o Ministério Público no dia 16.

Em causa está uma entrevista ao Expresso, onde a ministra admitiu não ter lido um dos relatórios sobre o caso, que vitiimou 18 pessoas com a covid-19. O relatório era da Ordem dos Médicos.

O governante não só segurou a ministra no Governo, elogiou-lhe o trabalho, como deixou um aviso: "Não vale a pena pedirem a demissão. Quando não tiver confiança, resolvo o problema. Tenho toda a minha confiança", assegurou Costa em direto na RTP3.

O primeiro-ministro falava na sua primeira deslocação pública após as férias do Centro de Coordenação Operacional Nacional (CCON), na Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.