Sociedade

Vistoria técnica avalia esta terça-feira condições da Festa do Avante!

Depois das críticas do Presidente da República, DGS divulgou parecer para a realização do Avante!, que reduz participantes a metade. Marcelo insiste que havia “dever óbvio” de divulgação.

Menos de 24 horas depois de ter indicado de que não divulgaria o parecer técnico entregue à organização da festa do Avante!, e após críticas do Presidente da República à falta de clareza, a Direção Geral da Saúde divulgou ontem às primeiras horas do dia o documento entregue à organização e são conhecidas agora todas as indicações e regras que serão seguidas no evento no próximo fim de semana. No máximo, o recinto poderá ter 16 563 pessoas em simultâneo, cerca de metade das 33 mil previstas até aqui pela organização, o que já implicava a redução da lotação habitual em um terço.

As regras incluem ainda a determinação de que os lugares para assistir aos espetáculos devem ser sentados e ontem a diretora-geral da Saúde, questionada pela imprensa, admitiu que poderiam ser lugares sentados no chão, desde que fixos, mas o PCP divulgou também o plano de contingência atualizado que garante que os lugares serão mesmo sentados, com dois metros de distância.

Leia aqui o artigo na íntegra.