Vinagrete

Layoff e desemprego

O excesso de benefícios garantidos aos empregados, que conseguiram realmente emprego (sobretudo os da Função Pública), não estarão a prejudicar as empresas e os novos trabalhadores?

por Pedro d'Anunciação

Entre os novos desempregados inscritos nos centros de Emprego, estão muitos despedidos que andaram pelo Layoff (sobretudo precários que entrariam nos quadros  das suas empresas com um novo contrato).

Será que a UE aceitou mesmo patrocinar este Layoff sem garantias de emprego futuro? E as empresas, esquecendo as que usaram e abusaram do Layoff, podem mesmo contratar certo tipo de gente?

O excesso de benefícios garantidos aos empregados, que conseguiram realmente emprego (sobretudo os da Função Pública), não estarão a prejudicar as empresas e os novos trabalhadores?

O BE de esquerda não pensa nestas coisas realmente importantes, e que afectam de facto a vida das pessoas? E quando diz que o Governo deve primeiro cumprir na íntegra aquilo a que se comprometeu no último OE, não reparou que houve entretanto uma pandemia com consequências económicas terríveis, em todo o mundo? E quando Costa diz querer dar prioridade à esquerda para negociar um próximo OE também não pensa nisto tudo? Também quando acha poder cumprir todos os compromissos assumidos no OE 2020?