Economia

Turistas no Algarve antecipam regresso

Para o presidente da Região de Turismo do Algarve, João Fernandes, trata-se de «uma contrariedade muito grande para a procura externa do Algarve, dado que setembro é o mês de maior procura dos britânicos e que dita o início da época alta do golfe»

Várias dezenas de turistas que se encontravam de férias no Algarve anteciparam o regresso ao Reino Unido durante o dia de ontem, após o anúncio do Governo britânico da reinclusão de Portugal na ‘lista vermelha’ dos países de quarentena obrigatória.

A ‘corrida’ aos voos de regresso fez com que aqueles com maiores disponibilidades financeiras recorressem ao aluguer de aviões (jatos) privados. Incluindo turistas que tinham aterrado no aeroporto de Faro no dia anterior (quinta-feira).

«A decisão do Reino Unido é uma decisão que tem uma consequência muito relevante para o nosso turismo, em particular para as regiões que têm o Reino Unido como um mercado importante emissor», disse a secretária de Estado do Turismo, Rita Marques. Para o presidente da Região de Turismo do Algarve, João Fernandes, trata-se de «uma contrariedade muito grande para a procura externa do Algarve, dado que setembro é o mês de maior procura dos britânicos e que dita o início da época alta do golfe». E o presidente da Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve, Elidérico Viegas, frisou que «é altamente prejudicial e lesiva dos interesses empresariais».