Sociedade

Drone da Força Aérea caiu em Beja. É a segunda vez no espaço de um mês e meio

Este é um dos 12 drones que a Força Aérea adquiriu por 4,5 milhões de euros para a vigilância florestal, no entanto, grande parte dos aparelhos estão inoperacionais por dificuldades técnicas.

Um drone da Força Aérea Portuguesa, operado a partir da Base Aérea 11, em Beja, caiu, esta quinta-feira, numa propriedade agrícola perto de Odivelas, no concelho de Ferreira do Alentejo, avançou o Jornal de Notícias. A queda não provocou danos materiais nem vítimas.

O alerta foi registado ás 15h26. No local estiveram 18 operacionais dos bombeiros de Ferreira do Alentejo e Alvito e da GNR, apoiados por sete viaturas, que retiraram o drone do local. 

Este é o segundo aparelho VTOL (aeronave não tripulada de descolagem e aterragem vertical) a sofrer uma queda no espaço de um mês e meio. A queda do mesmo tipo de aparelho, no passado dia 3 de setembro, na barragem Trigo de Morais, na freguesia do Torrão, concelho de Alcácer do Sal, levou à suspensão das operações de aeronaves não tripuladas até dia 10 de setembro. 

Este é um dos 12 drones que a Força Aérea adquiriu por 4,5 milhões de euros para a vigilância florestal, no entanto, grande parte dos aparelhos estão inoperacionais por problemas técnicos.