Sociedade

Homem detido por violência doméstica forçava companheira a manter relações sexuais

A vítima refugiava-se no seu veículo, pernoitando no mesmo.

Um homem de 44 anos foi detido, pelo Comando Territorial de Leiria, na passada segunda-feira. Em causa encontra-se o crime de violência doméstica na medida em que, de acordo com as diligências de investigação, o suspeito "havia infligido maus-tratos verbais, psicológicos e ameaças de morte", à companheira de 50 anos, durante o relacionamento que mantiveram durante três anos.

Na nota publicada no site oficial da GNR, é possível ler que "o suspeito forçou ainda a vítima a manter relações sexuais contra a sua vontade, levando-a a refugiar-se no seu veículo pessoal, e ali pernoitar diversas noites".

Foi cumprido um mandado de detenção e o detido, que já conta com antecedentes criminais pela prática do mesmo crime, foi presente ao Tribunal Judicial de Leiria e ficou sujeito às medidas de coação de apresentações no posto da área de residência, quatro vezes por semana, e terá de comparecer a consultas de alcoolismo.

Recorde-se que, no ano passado, a APAV apoiou 11.676 vítimas de violência doméstica, mais 25% do que em 2018 (9.344).