Internacional

Inquilina de 70 anos tentou envenenar família com quem vivia: "Ela estava a matar-nos aos poucos"

Maria Fernanda teve de instalar câmaras no teto da cozinha para provar que a situação estava realmente a acontecer. 

Maria Fernanda, de 45 anos, e os seus dois filhos, de 23 e 19 anos, viveram uma história realmente assustadora dentro da sua própria casa, em Móstoles, Espanha. Segundo uma notícia partilhada, esta quarta-feira, pelo El Mundo, a família, de nacionalidade equatoriana, decidiu alugar um dos quartos da casa a uma idosa de 70 anos... nunca imaginando que esta iria envenená-los.

Durante vários meses, a inquilina Teresa utilizou inseticidas para temperar a comida da família e colocou lixívia dentro de garrafas de refrigerantes. Ao início, ninguém se apercebeu da situação. No entanto, com o passar do tempo, o cheiro a inseticida e lixívia tornou-se mais forte na zona da cozinha e os problemas de saúde também começaram a surgir dentro do seio familiar.

"Começámos a notar algo estranho na comida. A comida tinha um gosto estranho, não sabia bem, mas como tinha dúvidas, achei que tinha exagerado nos temperos”, afirmou Maria Fernanda, em declarações El Mundo. A mulher de 45 anos afirma que só no final do ano passado é que se começou a aperceber do que se estava a passar: "Ela estava a matar-nos aos poucos", disse ainda.

Os dois rapazes chegaram mesmo a precisar de ser transportados para o hospital, por estarem a sofrer de tonturas e náuseas. Um deles precisou até de receber um tratamento intravenoso e de uma limpeza ao estômago.

Apesar de ter pensado em expulsar a idosa de casa quando começou a suspeitar da situação, Maria Fernanda informou-se com o seu advogado que lhe explicou que a situação não era assim tão simples e que era necessário provar que a situação estava realmente a acontecer.

Para tornar as suas desconfianças em certezas, a mulher decidiu então instalar câmaras no teto da cozinha para comprovar a situação. “Foi quando vimos que ela punha inseticida Ducal no arroz e em bebidas”, explicou Maria Fernanda. 

Depois de comprovado o crime, Teresa foi expulsa da casa de Maria Fernanda, detida pela polícia espanhola e acusada de tentativa de homicídio.