Politica

Ramalho Eanes propõe universidade do mar e companhia de transportes da CPLP

Antigo Presidente da República afirmou que é preciso olhar para a "via oceânica como grande via de ligação entre os diferentes países"


O antigo Presidente da República esteve na conferência virtual que decorreu esta manhã, organizada pela consultora SAP, sob o lema `Sustentar o Crescimento Económico no Próximo Normal'.

Na sua intervenção, Ramalho Eanes defendeu a criação de universidade do mar e de uma companhia de transportes da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), como formas de interligar o mundo lusófono.

“Podemos aproveitar a evolução do mundo para tornar as cadeias logísticas mais eficazes, inteligentes e rápidas, e que a cooperação entre os PALOP se desenvolva de maneira mais interessante, e, olhando para a via oceânica como grande via de ligação entre os diferentes países, criar uma companhia de transportes da CPLP que privilegia o transporte entre estes países”, disse.

O antigo Presidente da República colocou ainda sobre a mesa a hipótese de fundar uma universidade do mar "em que todos em conjunto possamos adquirir tecnologias, capacidades para a exploração marítima de forma eficaz e coordenada". Em mãos está, para Ramalho Eanes, "uma nova estratégia para os PALOP", que serviria "para haver uma resposta rápida e eficaz a todos os desafios", e que faria da CPLP não "uma criação das elites, mas sim dos Estados e das nações que falam português e cuja finalidade primeira é fazer com que as pessoas vivam melhor".