Sociedade

Grupo detido pela PJ após sequestrar homem em Lisboa

Suspeitos vieram a constatar que a vítima "não era exatamente a pessoa que desejavam roubar e sequestrar".

A Polícia Judiciária (PJ) deteve quatro homens, de 49, 34, 33 e 24 anos, por sobre eles recaírem fortes indícios da prática de crimes de roubo agravado e sequestro, ambos na forma tentada, bem como de detenção de arma proibida e tráfico de estupefacientes.

Em comunicado, esta sexta-feira, a autoridade revela que os factos foram cometidos ontem à tarde, numa artéria de Lisboa, quando os suspeitos abordaram a vítima, “tentando forçá-la a que entrasse na viatura em que se transportavam, visando apropriarem-se de bens da mesma”.

“Os autores, porém, vieram a constatar que a vítima, do género masculino, não era exatamente a pessoa que desejavam roubar e sequestrar, pelo que esta se conseguiu pôr em fuga e apresentar queixa, pouco tempo depois, no Piquete desta Polícia Judiciária”, explica a mesma nota.

Segundo a PJ, foram realizadas, de imediato, várias diligências, as quais permitiram localizar e deter os suspeitos, que tinham na sua posse uma arma de fogo e produto estupefaciente.

Os detidos, dois dos quais têm antecedentes por crimes de idêntica natureza, vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial, no qual lhes serão aplicadas as medidas de coação processual adequadas.

A Polícia Judiciária irá prosseguir a investigação, visando apurar a eventual participação dos ora detidos em outros delitos semelhantes.