Internacional

A terra voltou a tremer na Croácia

País registou esta quarta-feira mais dois terramotos, depois de um violento sismo que ocorreu ontem e matou sete pessoas.

DR  

A Croácia voltou a registar vários terramotos esta quarta-feira, depois de no dia anterior ter acontecido no país um violento sismo que matou sete pessoas.

Os dois tremores de terra que ocorreram hoje na região de Sisak, a sudeste de Zagreb, às 5h15 (hora de Lisboa) tiveram magnitude de 4,8 e 4,7 na escala de Richter e aconteceram com alguns minutos de intervalo. Não se sabe ainda que danos poderão ter causado.

Sisak e a localidade de Petrija, a cerca de 50 quilómetros da capital, estavam ainda a recuperar do choque causado pelo terramoto de ontem, com magnitude de 6,4, que foi até sentido em países vizinhos.

Este sismo provocou sete mortos, entre os quais uma menina de 13 anos, que caminhava por uma rua, quando se deu a queda de um prédio, em Petrinja, relata a imprensa local. Morreram ainda cinco homens da aldeia Majske Pljane, perto de Glina, informou a vice-presidente da câmara, Branka Baksic Mitic. A última vítima mortal foi encontrada debaixo dos escombros de uma igreja, na aldeia de Zazina, que, segundo o padre local, era o organista, que tinha ido reparar o órgão que ficou danificado por causa de um terramoto anterior.

O terramoto de terça-feira causou ainda 20 feridos, de acordo com informações fornecidas pela polícia croata. As equipas de resgate fizeram buscas a mais de 80 vilas e não encontraram novas vítimas e continuaram madrugada fora a procurar também possíveis sobreviventes nas ruínas dos prédios que desabaram.

Muitas pessoas tiveram de passar a noite em tendas, carros ou quartéis militares e ainda esta manhã não havia eletricidade em Petrinja e Sisak.