Sociedade

Entre o Natal e o Ano Novo, SEF detetou 26 passageiros irregulares no aeroporto de Lisboa

Uma das situações envolveu um adulto acompanhado por dois menores, com a intenção de viajar para Londres, com documentos de viagem italianos falsificados.

Entre 25 de dezembro de 2020 e 1 de janeiro de 2021,o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) detetou, no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, um total de 26 passageiros com documentação fraudulenta e/ou ausência de documento de viagem. 

Em comunicado, este sábado, o SEF revela que "na fronteira de chegadas internacionais foram intercetadas 16 fraudes, tendo sido recusada a entrada a estes cidadãos estrangeiros". Enquanto "na fronteira de partidas o SEF detetou 10 fraudes, procedendo à detenção dos cidadãos estrangeiros".

Uma destas situações "envolveu um adulto acompanhado por dois menores de idade" que tinham a "intenção de viajar para Londres, no Reino Unido, com documentos de viagem italianos falsificados".

Presentes a Tribunal, foi-lhes decretada, como medida de coação, a instalação em Centro de Instalação Temporária, para posterior afastamento de território nacional para o país de origem.