Internacional

Trump foi bloqueado no Facebook e no Instagram e não sabe quando poderá voltar

Mark Zuckerberg esclareceu os utilizadores das redes sociais numa publicação onde explica que Donald Trump usou o Facebook para "incitar à violência contra um governo democraticamente eleito".

Donald Trump foi eliminado “indefinidamente” das redes sociais Facebook e Instagram devido às publicações que escreveu durante a invasão ao Capitólio.

O presidente-executivo Mark Zuckerberg anunciou esta quinta-feira através da sua página do Facebook que o Presidente cessante dos Estados Unidos ultrapassou os limites ao usar a “plataforma para incitar à violência contra um governo democraticamente eleito".

"Acreditamos que os riscos de permitir que o presidente continue a usar o nosso serviço durante este período são simplesmente grandes demais", admitiu Zuckerberg na publicação.

Devido a estes “riscos”, o presidente-executivo do Facebook decidiu “estender o bloqueio que colocamos às suas contas do Facebook e Instagram indefinidamente e por pelo menos as próximas duas semanas, até que a transição pacífica de poder seja concluída", acrescentou.