Sociedade

Célia Paulo. Encontrada morta enfermeira do Hospital Santa Maria

O cadáver da profissional de saúde terá sido encontrado na arrecadação da casa onde vivia.

DR  

Célia Paulo, enfermeira de 49 anos que exercia funções no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, foi encontrada morta esta sexta-feira. Em primeira instância, o jornal Expresso apurou, junto de fonte da investigação, que o cadáver terá sido encontrado perto do local de residência da profissional de saúde. À sua vez, o Correio da Manhã adiantou que este terá sido descoberto na arrecadação da casa.

É de recordar que o alerta do desaparecimento foi dado pela família através das redes sociais. Ao Expresso, uma amiga, Graça Lopes, contou que Célia Paulo cumpria horários exigentes, trabalhando na instituição hospitalar anteriormente referida e também no SAMS, no departamento de ginecologia. Era divorciada e tinha três filhos adolescentes. "Andava cansada, exausta, próxima de um 'burn out'", explicitou a amiga.

Importa referir que, ao Jornal de Notícias, a Bastonária de Ordem dos Enfermeiros, Ana Rita Cavaco, lamentou a morte de Célia Paulo e confirmou que esta apresentava sinais de cansaço extremo há alguns meses. "Tinha infelizmente, como muitos outros enfermeiros, horas de trabalho a mais. Tinha problemas associados à exaustão, stress e trabalho e deveria ter sido mais ajudada por todos nós", declarou, acrescentando que a profissional teria "relações disruptivas com a chefe de serviço e outros colegas".

É de realçar que a enfermeira terá desaparecido depois de sair, pelas 15h30, de casa para ir trabalhar. A Procuradoria-Geral da República confirmou que existe um inquérito sobre o caso.