Desporto

Rúben Amorim e Carlos Carvalhal evitam castigo

Os treinadores foram expulsos durante a final da Taça da Liga, e terão de pagar uma multa.

 


Os ânimos exaltaram-se na final da Taça da Liga, no sábado, que veria o Sporting CP sagrar-se campeão desse campeonato.

Rúben Amorim e Carlos Carvalhal entraram em acesa discussão, e, por volta do fim da primeira meia hora de jogo, o árbitro Tiago Martins resolveu expulsar ambos os técnicos.

Na segunda-feira, o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol decidiu aplicar multas aos técnicos, mas escolheu não aplicar jogos de castigo a nenhum.

Segundo consta no mapa de castigos, o treinador do Sporting terá de pagar uma multa de 1020 euros por, como consta no relatório de Tiago Martins, ter proferido as palavras “ó papagaio vai para o cara***, já andas aqui há trinta anos sempre a falar és um papagaio”, dirigindo-se a Carlos Carvalhal.

Já o treinador do SC Braga deverá pagar uma multa de 714 euros, também devido ao teor da linguagem utilizada para com Rúben Amorim.

Com esta realidade, e apesar das multas, os dois treinadores poderão estar no banco nos próximos jogos.