Sociedade

Homem morre colhido por metro na Póvoa de Varzim

Comadante dos bombeiros diz que vítima "foi arrastada cerca de 100 a 200 metros pela composição".


Um homem foi atropelado mortalmente, esta quinta-feira de manhã, por uma composição de metro junto à estação da Póvoa de Varzim.

Os bombeiros receberam, por volta das 12h30, um pedido de socorro para uma vítima inconsciente.

"Quando os bombeiros lá chegaram, depararam-se com um corpo desmembrado, dando a perceber que terá sido arrastado cerca de 100 a 200 metros pela composição", adiantou comandante dos Bombeiros da Póvoa de Varzim, citado pelo Correio da Manhã.

Por apurar estão ainda as causas do acidente, mas tudo aponta para que o maquinista não tenha visto qualquer pessoa a atravessar ou a colocar-se em cima da linha. As autoridades estão já a investigar o caso.

A circulação foi interrompida nos dois sentidos.