Vida

Documentário proibido pela família real britânica partilhado no YouTube

Intitulado “Royal Family”, o documentário de 90 minutos tem imagens exclusivas do principe Carlos e do príncipe Filipe a grelhar salsichas.

O documentário da BBC que mostrava o lado mais íntimo da família real britânica em 1969 foi publicado por uma fonte desconhecida na plataforma do YouTube, 49 anos depois de sido censurado pela Rainha Isabel II, por ter receio de que pudesse destruir a mística real. O vídeo foi publicado com o nome Royal Family e já foi banido do youtube.

Intitulado “Royal Family”, o documentário de 90 minutos tem imagens exclusivas do principe Charlie e do príncipe Filipe, a grelhar salsichas.

Segundo o jornal The Telegraph, uma fonte da família real diz que esta não é a minha primeira vez que este tipo de vídeos é indevidamente publicado na internet, “de vez em quando surgem coisas na internet que não deveriam lá estar”.

Porém, o vídeo já não está disponível na plataforma “devido a uma reivindicação de direito autorais da British Broadcasting Corporation (BBC)”, sendo esta a mensagem que aparece ao clicar no link referente ao documentário. De acordo com o The Telegraph, a BBC pediu ao YouTube para remover o vídeo. “Sempre exercemos os nossos direitos de autor. No entanto, é notoriamente difícil perseguir estes vídeos no YouTube depois de serem divulgados”, admitiu a fonte.

O documentário foi realizado por Richard Cawston em 1969 e nesse ano foi visto por mais de 30 milhões de pessoas nos canais de televisão BBC One e ITV. O filme mostra um ano da vida da realeza britânica, expondo assim ao público aquilo que faziam no seu quotidiano. O príncipe Carlos é retratado como um jovem atleta, que praticava esqui, ciclismo e também pesca, enquanto a Rainha Isabel II cuidava dos cavalos e abria a correspondência que chegava à residência real.