Internacional

Orban recebeu a vacina chinesa Sinopharm

A Hungria é, neste momento, o único país da UE que comprou vacinas não autorizadas pela União Europeia, como a Sinopharm e a russa Sputnik V.

O primeiro-ministro da Hungria, o ultranacionalista Viktor Orban, recebeu hoje a vacina chinesa Sinopharm contra a covid-19, que não tem autorização da União Europeia (UE).

"Estou vacinado", escreveu Orban na rede social Facebook, onde publicou fotografias suas recebendo a vacina chinesa com a qual a Hungria começou a imunizar a população na última quarta-feira, após ter recebido as primeiras 550 mil doses do total de cinco milhões encomendadas.

A Hungria é, neste momento, o único país da UE que comprou vacinas não autorizadas pela União Europeia, como a Sinopharm e a russa Sputnik V.

Até ao momento, 677.682 pessoas do total de 9,7 milhões de habitantes da Hungria receberam, pelo menos, a primeira dose da vacina contra a covid-19.