Sociedade

Números de internados e de doentes graves com covid-19 continuam em queda

Lisboa e Vale do Tejo voltou a ser a região com maior número de novas infeções, ao repetir o mesmo registo de infetados desta quarta-feira. As duas mortes registadas ocorreram no Norte. 

Mais 501 novos casos de covid-19 detetados e duas mortes ocorridas em Portugal, revelou o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), esta quinta-feira.

Depois dos aumentos dos contágios e dos óbitos registados ontem, o boletim de hoje dá conta de uma diminuição do número de casos (menos 183) e de mortes (menos 6).

Já o total de internamentos continua numa fase descendente, atualmente encontram-se 423 pessoas com covid-19 nos hospitais portugueses, menos 24 em relação a quarta-feira. Nas Unidades de Cuidados Intensivos estão agora 109 doentes infetados, menos sete do que ontem.

Lisboa e Vale do Tejo voltou a ser a região com maior número de novas infeções por covid-19, ao repetir o mesmo valor de infetados desta quarta-feira – 188. Segue-se a região do Norte com 156, o Centro com 73, o Algarve com 32 e Alentejo com 21. Já nos arquipélagos dos Açores e da Madeira, foram reportadas 16 e 15 infeções, respetivamente.

Ao comparar-se os registos de hoje com os de quarta-feira, pode verificar-se um decréscimo nos contágios em todas as regiões, menos no Centro, que aumentou o número de infetados face aos 66 que registou no boletim de ontem.

As duas mortes divulgadas no boletim da DGS ocorreram no Norte.

Desde o início da pandemia, Portugal reportou 829.358 casos de SARS-coV-2, dos quais 25.414 estão ativos. Já 16.933 vítimas não resistiram à doença.

Nas últimas 24 horas, 542 pessoas recuperaram da covid-19, elevando o total para 787.011. De momento, as autoridades de saúde têm sob vigilância 19.046 contacto, mais 642.

Consulte aqui o boletim na íntegra