Vinagrete

Direita e Centro

Quanto ao jovem centrista Rodrigues dos Santos, que tem fugido a ir a votos como o diabo da Cruz, só o conseguimos achar além de tonto, mal agradecido. Mas, a falar com aquela desenvoltura, não parece ir longe.


por Pedro d'Anunciação

Passos Coelho foi recebido na Conferência da Direita, do Movimento Europa e Liberdade (porque será que a Direita mais radical e extremista, sendo normalmente contra a Liberdade, ou tendo dela uma noção distinta da do comum dos mortais, adora tê-la nos nomes dos seus movimentos?) como o grande líder português da direita ou da direita radical. O que terá sido favorecido pelo seu novo look físico.

E embora as eleições se ganhem normalmente ao Centro, e em Portugal também, a fúria ali demonstrada contra o centrismo de Rui Rio, só se explica pela vontade de alguns protagonistas não quererem chegar já ao Poder, preferindo arranjar deputados (casos óbvios da IL e do C). Quanto ao jovem centrista Rodrigues dos Santos, que tem fugido a ir a votos como o diabo da Cruz, só o conseguimos achar além de tonto, mal agradecido. Mas, a falar com aquela desenvoltura, não parece ir longe.

Fez bem Rio em manter-se ao Centro. Se não, quem lhe agradecia era António Costa, por ficar com o Centro mais alargado para si, e até poder ir mais à esquerda sem prejuízos eleitorais.

Pareceu-me de bradar ouvir ali Portas. Estaria a referir-se a  si próprio, quando se mostrava relativamente indiferente aos resultados eleitorais do CDS, e atirava as suas convicções europeias às urtigas rapidamente, só para conseguir entrar no Governo com Barroso?

Agora fala-se mais de outros que lá foram (à Conferência do MEL)... como Nuno Palma e quejandos (que são sempre atacados pelos mesmos e defendidos também pelos mesmos).