Economia

Altice Labs: 5º aniversário sob o lema da Transição Digital

Altice Labs comemorou cinco anos e apresentou várias mudanças e iniciativas, algumas delas solidárias, realizadas em tempos de pandemia.


A apresentação de novos projetos, que contribuem para a transformação digital e a assinatura de protocolos de colaboração com três entidades, que se juntam ao ecossistema da inovação Altice, assinalaram os cinco anos da Altice Labs, na passada quarta-feira, em Aveiro, sob o lema da Transição Digital. Com um legado de várias décadas, a Altice Labs tem sido catalisadora do desafio que o digital traz à vida das pessoas e das empresas e assume-se como pioneira nas áreas da investigação, desenvolvimento e inovação.

Centro de inovação, investigação e desenvolvimento do grupo Altice, a Altice Labs é uma referência no mercado global com produtos e soluções utilizadas por mais de 300 milhões de pessoas em 60 países em todo o mundo, tornando-se numa bandeira da engenharia portuguesa.

 

Em prol da transição digital

Atualmente está a trabalhar em soluções que integram as tecnologias emergentes de comunicações, como o 5G, as redes de fibra ótica e de processamento de informação, entre as quais a cloud, inteligência artificial e advanced data analytics, em quatro grandes áreas como a conectividade avançada, digitalização da indústria, operações inteligentes e smart living.

Alguns destes projetos são do foro do core da rede de telecomunicações, mas não sendo tão visíveis para o utilizador comum são fundamentais para as gerações futuras de comunicações levando inteligência a infraestruturas e a serviços. Falamos da evolução da tecnologia atual de fibra ótica dos atuais 2,5Gbps para 25Gbps e 50Gbps; small cells para 5G e ainda uma solução de network edge que fomentará uma digitalização conectada e à medida de diversas verticais de negócio. Concebida para minimizar o tempo de operacionalização nos clientes industriais, reduz a níveis mínimos a entropia nas instalações das soluções dos clientes e o esforço de operação (tendendo para zero) pelo cliente final.

Foi ainda apresentado o projeto Live!Port, uma solução protótipo para portos digitais, conectados e inteligentes. A solução fornece as funcionalidades necessárias para a sensorização massiva da planta e atividade portuárias, bem como a respetiva recolha, processamento, visualização e aplicação de inteligência sobre a informação recolhida.

Outro projeto destacado foi o Smart Mesh Wi-fi, uma solução Wi-Fi inteligente que garante a melhor cobertura e experiência para o cliente residencial em função da sua localização na casa a partir do router (e não do repetidor). O serviço inclui uma plataforma cloud com capacidade de despiste de problemas, gestão e analítica. Foi ainda apresentado o router Wi-Fi 6 com capacidade de 10 Gbps simétricos, isto é, com velocidades de download e upload simétricas de 10 Gbps.

 

Três projetos na área da TV

Ainda em Aveiro, foram três os projetos demonstrados na área da televisão. Um deles é o BOTSchool, serviço inovador que simplifica a gestão de assistentes virtuais inteligentes, multicanal, capazes de interagir com humanos, foi concebido pela Altice Labs e também se juntou à celebração deste 5.º aniversário. Neste caso, integrando de forma automática e inteligente os manuais de utilizador e de instalação da set-top-box Android do MEO para guiar, em linguagem natural e de forma intuitiva e simples, o utilizador final.

Ao nível dos conteúdos de TV foi apresentada a pesquisa temática avançada na aplicação Android TV. Através da voz é despoletada uma pesquisa que agrega os conteúdos por tema, sem publicidade, com base em metadados, permitindo a sua visualização na aplicação.

Ainda nesta área, foi demonstrado o InstaTV, uma aplicação para partilha rápida de vídeos e fotografias na TV. Trata-se de um serviço de vídeo-mensagens desenvolvido para o mundo da TV MEO e que permite a partilha simples de conteúdos dos telemóveis para a televisão. Esta aplicação tem como objetivo promover a proximidade de famílias e amigos através da dinâmica de partilha de conteúdos sem a complexidade e o ruído das redes sociais.

 

Três novos parceiros no ecossistema de inovação

A Altice Labs é reconhecida como um parceiro tecnológico de excelência, algo apenas possível através de parceiros também eles de excelência nas suas áreas de atuação. No âmbito deste aniversário, foram assinados três novos protocolos de colaboração que trazem para este ecossistema de inovação a Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), a Universidade Nova de Lisboa e o Porto de Aveiro.

No caso da Universidade Nova o acordo prevê também o novo Prémio ‘Investigação Nova’ que passa a integrar o Altice International Innovation Award, o maior prémio monetário atualmente atribuído em Portugal, na área da inovação tecnológica. Este ano a sua 5.ª edição terá ainda outra novidade: um prémio adicional, patrocinado pela Fundação Altice, para soluções que promovam a inserção na comunidade das pessoas com incapacidade.

Para Alexandre Fonseca, presidente Executivo da Altice Portugal, o aniversário da Altice é destacado com muito orgulho. «Mais do que estes cinco anos, celebramos a vontade e a capacidade de fazer, de fazer melhor, de fazer diferente. A capacidade que estas equipas da Altice Labs têm mostrado e a capacidade de, a partir de Portugal, levarem tecnologia made in Portugal, produto da engenharia portuguesa, e mais inovação para todo o mundo».

O responsável acrescentou ainda que «celebrar o futuro, é vivermos o presente sem nunca esquecer o passado. E hoje a Altice Labs é líder não apenas na inovação. É líder no investimento em inovação, é líder na tecnologia, é líder na investigação científica e tecnológica nas telecomunicações ao nível nacional e internacional».

Também Alcino Lavrador, diretor-geral da Altice Labs, diz que não foi apenas celebrado um aniversário mas também «a ousadia que nos permitiu afirmar o nome de Portugal como uma bandeira tecnológica do mundo». E não tem dúvidas que «uma das causas da Altice Portugal e da Altice Labs é a proximidade ao saber e ao território. Com os protocolos que temos ativos e com os quais estamos a desenvolver projetos, praticamente percorremos o país todo e é desta forma que queremos ser vistos e queremos trabalhar: ter a proximidade local, por esse motivo é que criamos estes polos descentralizados, e queremos ligar-nos às dinâmicas de inovação locais, e tirar partido saber e da inovação que se vai fazendo por todo o país».

Impulsionadora da tecnologia como fator de melhoria na vida das pessoas e na atividade das empresas, a Altice Labs é o quartel-general da Inovação do Grupo Altice com sede em Aveiro e vários polos de descentralização em todo o país num trabalho próximo e de valorização das competências regionais em Viseu, Olhão, Oeiras, Madeira e Açores.

 

Elogios rasgados ao trabalho da Altice

Durante o dia de aniversário, foram muitos os que não deixaram de elogiar o trabalho da empresa. Ribau Esteves, presidente da Câmara de Aveiro deu os parabéns à Altice Labs pelo crescimento, defendendo que «soube ser herdeira destes seus 5 anos de vida, dessa história enorme, longa já da sua existência, do seu nascimento, da sua presença aqui em Aveiro».

Já João Sáágua, Reitor Universidade de Aveiro, reitera que «universidade, Altice e a cadeia de predecessores da Altice estão há muito entrelaçados e eu creio que há hoje no horizonte sinais seguros que continuarão entrelaçados no futuro».

Do lado da Universidade Nova de Lisboa, a vice reitora Elvira Fortunato garante que com o compromisso selado neste aniversário com a Altice Labs «as sinergias que resultarão serão altamente benéficas para a formação dos nossos alunos, para o progresso científico, para a melhoria do bem-estar de todos». E vai mais longe ao garantir que «a ligação entre as universidades e as empresas, enquanto incubadoras e transmissoras de conhecimento é mais do que uma oportunidade, é um requisito fundamental». A responsável deixou ainda o desejo de que «este protocolo fortaleça os laços entre as nossas instituições e que crie espaço para colaborações muito interessantes e impactantes».

Do lado do presidente da ANJE ficou uma palavra de agradecimento «por todo o esforço envolvido na otimização da sua rede, para que numa fase tão difícil os jovens empresários portugueses, e sobretudo os jovens de hoje, que serão os empresários de amanhã, pudessem ter boas condições de acesso para continuar a estudar e a se transformar nos profissionais de sucesso de amanhã», disse Alexandre Meireles.

Por último, também Fátima Lopes Alves, presidente do Porto de Aveiro, defendeu que o objetivo da parceria passa pela criação de sinergias para a construção de um Porto de futuro, «traduzida na colaboração com conjugação de esforços tendo em vista a realização de uma prova de conceito com a implementação de dois casos de estudo aplicados à atividade pecuária». «Decorrem de um trabalho de identificação das necessidades efetuadas pelo Porto e do know how existente na Altice Labs: um na área do planeamento e o outro na recolha de dados», acrescentou.

 

Importância da família Altice

A par do investimento em inovação e tecnologia, como potenciador do crescimento económico e social, a responsabilidade social é também um objetivo estratégico para a Altice Portugal. Objetivo que se cumpre, em primeiro lugar, de dentro para fora através da valorização das pessoas Altice e do apoio às suas famílias.

No âmbito deste 5.º aniversário  foram também entregues os Prémios de Excelência, uma das iniciativas de responsabilidade social interna da empresa. O contributo para a educação dos filhos dos colaboradores é realizado através de subsídios de apoio aos estudos, mas também do reconhecimento do mérito dos filhos dos colaboradores que se distinguem na sua formação.

A Altice Portugal premiou monetariamente 13 filhos de colaboradores que terminaram o ensino secundário com médias de excelência. Um incentivo para a continuação dos estudos universitários numa aposta nas novas gerações e na educação.

O dia 9 de junho fica no calendário Altice como um dia de celebração do mérito e do caminho de inovação que leva Portugal além-fronteiras.