Sociedade

Homem detido um ano após ter ateado fogo a dois carros por ciúmes

O suspeito “por razões fúteis, ciúmes e vingança sobre um indivíduo que julgava estar interessado num relacionamento amoroso com a sua mulher, provocou um incêndio que danificou duas viaturas, tendo para o efeito regado, uma delas, com gasolina e ateado fogo”.


Um homem, de 33 anos, foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) de Setúbal, em colaboração com a Guarda Nacional Republicana (GNR) de Palmela, por “existirem fortes indícios da prática dos crimes de incêndio, detenção de arma proibida e ameaça agravada”.

Em comunicado, esta quarta-feira divulgado, a PJ explica que o incêndio ocorreu em março de 2020. Na altura, o suspeito “por razões fúteis, ciúmes e vingança sobre um indivíduo que julgava estar interessado num relacionamento amoroso com a sua mulher, provocou um incêndio que danificou duas viaturas, tendo para o efeito regado, uma delas, com gasolina e ateado fogo”.

Depois do incêndio, que só não tomou maiores proporções devido “à pronta intervenção” dos Bombeiros, “o detido viria a proferir ameaças de morte contra aquele individuo, ostentando nas redes sociais uma arma de fogo”.

O suspeito foi esta quarta-feira presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.