Sociedade

Goucha faz furor na apresentação de Suzana Garcia

Candidata do PSD, CDS, Aliança, MPT e PDR na corrida à Amadora contou com a presença do líder centrista mas não de Rui Rio.  


O mundo do espetáculo e da política cruzaram-se esta quarta-feira na apresentação da candidatura de Suzana Garcia, candidata do PSD numa coligação que junta ainda o CDS, o Aliança, o MPT e o PDR à Câmara Municipal da Amadora. O presidente do CDS, Francisco “Chicão” Rodrigues dos Santos sentou-se a uns metros de Ágata, o vice-presidente do PSD, David Justino, perto de Manuel Luís Goucha. Que, salvo Garcia, foi a estrela da apresentação de candidatura, ovacionado de pé. Já a ausência mais notória foi a do líder do PSD, Rui Rio. 

O apresentador e mandatário da comissão de honra da candidatura tem sido acusado de acomodar a extrema-direita desde que recebeu Mário Machado num dos seus programas. Não interveio na apresentação, tendo sido saudado pelos participantes e pela candidata. Francisco Rodrigues dos Santos falou antes de Susana Garcia, deixando um cumprimento especial ao mandatário, que disse ser um “homem com h grande”, “que muito contribuiu para a maturidade mental da sociedade.” Garcia agradeceu a presença da família e de Manuel Luís Goucha, criticando a homofobia das críticas ao apresentador. Durante o dia, o ativista e dirigente do SOS Mamadou Ba acusou Goucha de “sair do armário racista” e de “homonacionalismo”. Garcia prometeu passar a viver na Amadora e que, se for eleita, a população deixará de viver num concelho “onde existem barracas”, referindo a Cova da Moura. “Não promoveremos mais bairros sociais mal planificados”, disse, prometendo soluções “criativas” para os habitantes destes bairros.