Politica

Bloco quer desclassificar documentos militares

O projeto de resolução deu entrada esta quarta-feira no parlamento. 


O Bloco de Esquerda quer que o Governo desclassifique todos os documentos militares datados até 1975.

Num projeto de resolução que deu entrada esta quarta-feira no Parlamento, o partido explica que o “processo de consolidação democrático se faz através do aprofundamento da transparência”, que os documentos “não mais colocam em risco a segurança interna ou externa” e que assim se “reporá justiça para todos os que lutaram na guerra colonial” e “desmontará a ficção contada sobre esse período”.

O BE sinaliza que as Forças Armadas possuem um importante acervo documental. “Em particular, os documentos militares datados da Guerra Colonial de 1961-1974 representam uma coletânea de um período marcante do Estado Novo e da sua natureza colonialista e imperialista”, refere o partido, lembrando que a classificação tem impedido o seu acesso integral ou parcial por investigadores, jornalistas, académicos, estudantes e cidadãos.