Sociedade

Empresa nacional envia lixo para a Roménia

As multas podem chegar até aos 600 mil euros. 

Empresa nacional envia lixo para a Roménia

Uma empresa nacional foi apanhada a enviar resíduos de plástico para a Roménia sem cumprir os requisitos necessários para o fazer.

A Inspecção-Geral da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território (IGAMAOT) detetou três incumprimentos no transporte do lixo e, consequentemente, um movimento transfronteiriço ilegal de cerca de 15 toneladas de plástico. “A inspecção também detectou uma tentativa de importação de 1034 cilindros de gás fluorado com efeito de estufa, com 10 kg cada”, lê-se no jornal Público, que avançou a informação.

As multas podem chegar até aos 600 mil euros. No entanto, importa referir que não é a primeira vez que algo semelhante acontece.

A título de exemplo, em novembro do ano passado, a polícia europeia Interpol anunciou a detenção de 102 pessoas em 30 países numa operação de combate ao tratamento e depósito ilegal de resíduos sanitários relacionados com a covid-19.

À época, o i noticiou que as autoridades inspecionaram estações de tratamento e transporte de lixo, tendo sido realizadas 280 mil operações, e mais de 800 entidades e pessoas a título individual foram multadas.

Os comentários estão desactivados.