Internacional

Festa de casamento no Bangladesh termina com a morte de 16 pessoas atingidas por relâmpagos

O noivo sofreu ferimentos, enquanto a noiva saiu ilesa, uma vez que não estava, naquele momento, no local do incidente.


Uma festa de casamento no Bangladesh foi devastada por uma série de relâmpagos, que provocou a morte de 16 pessoas e feriu ainda o noivo em poucos segundos.

Os convidados e os recém-casados tinham acabado de sair de um barco na cidade ribeirinha de Shibganj para se abrigarem da tempestade, quando um relâmpago caiu sobre o grupo, relatou o administrador do governo da cidade Sakib Al-Rabby à agência France-Press.

Em alguns segundos, vários relâmpagos causaram a morte de 16 pessoas. O noivo sofreu ferimentos, enquanto a noiva saiu ilesa, uma vez que não estava, naquele momento, no local do incidente.

Ultimamente, o Bangladesh tem sido alvo de fortes tempestades de monções. No distrito de Cox’s Bazar, no sudeste do país, morreram 20 pessoas durante uma semana de chuvas torrenciais.

Estes fenómenos naturais acontecem regularmente neste lugar, havendo sempre registo de mortos. Segundo dados oficiais, em 2016, morreram mais de 200 pessoas por raios, das quais 82 ocorreram num espaço de 24 horas em maio.

Ainda assim, nem todos os óbitos são reportados. De acordo com um grupo independente, morrem pelo menos 349 pessoas devido a relâmpagos por ano.

Para controlar este perigo, o Bangladesh decidiu plantar centenas de milhares de palmeiras para tentar diminuir o impacto das alterações climáticas, dado que alguns especialistas apontam a desflorestação como um fator para o aumento de mortes derivadas pelos raios.