Vida

Pai de Britney Spears pede fim da tutela da filha

Advogado de cantora fala em “enorme vitória”, mas avisa que não vai desistir de investigação sobre gestão do património feita por Jamie Spears.


O pai de Britney Spears entregou à Justiça norte-americana, esta terça-ferça, em Los Angeles, o pedido para terminar oficialmente o regime de tutela, através do qual era acusado de controlar toda a vida da cantora.

Jamie Spears tinha o domínio sobre a carreira da filha, além de controlar outros aspetos da vida pessoal de Britney Spears, como a decisão de ter ou não mais filhos, há mais de 13 anos.

A imprensa norte-americana, que teve acesso aos documentos entregues por Jamie Spears no tribunal, adiantou que o pai reconhece que a cantora "tem o direito que a justiça considere se a tutela ainda é realmente necessária", sublinhando que as circunstâncias da vida de Britney Spears mudaram muito desde 2008.

Nos documentos é ainda referido que a cantora deverá ficar isenta de novos testes psicológicos para determinar o encerramento da tutela. A própria cantora já tinha referido que não se submeteria auma a valiação.

O pedido entregue pelo pai da cantora será agora analisado pelo Supremo de Los Angeles.

Para o advogado de Britney Spears, Mathew Rosengart, que já reagiu à notícia, trata-se de "uma enorme vitória legal”.

Mas deixou a garantia de que as investigações em relação à gestão do património financeiro feito pelo progenitor ao longo da última década irão continuar.