Sociedade

Portugueses presos em Gijón por violação vão ser libertados

Portugueses vão ser libertados sob fiança. 


Os dois portugueses que estavam presos em Gijós, Espanha, acusados de violação, vão sair em liberdade. Segundo a imprensa espanhola, o Tribunal Provincial das Astúrias aceitou um recurso apresentado pela defesa dos suspeitos e aceitou libertá-los mediante pagamento de fiança, o que deverá acontecer ainda esta sexta-feira.

Recorde-se que o caso remonta a julho, quando quatro portugueses foram detidos por suspeitas de violação e abuso sexual de duas mulheres, de 22 e 23 anos, numa pensão em Gijón. Dois dos portugueses já estavam a aguardar o julgamento em liberdade, enquanto os outros dois – que agora poderão sair – ficaram em prisão preventiva.

Os jovens, que irão pagar uma fiança de cinco mil euros, vão aguardar o desenvolvimento da investigação em liberdade, mas os seus passaportes foram confiscados.

De realçar que a queixa foi apresentada pelas duas jovens, que relataram às autoridades que tinham conhecido um homem português num bar, tendo-o acompanhado à pensão onde este estava hospedado. No caminho terão encontrado outro membro do grupo. Na pensão, estavam outros dois. Segundo a queixa apresentada, os homens terão forçado as espanholas a manterem relações sexuais com todos eles. Os quatro negam as acusações.