Economia

Outubro arranca com preço da eletricidade a atingir os 216 euros/MWh, um novo máximo histórico

O último recorde tinha sido batido na quarta-feira, 29 de setembro, quando o MWh alcançou o valor de 189,90 euros.


O preço da eletricidade no mercado grossista ibérico vai voltar a subir esta sexta-feira. No primeiro dia de outubro, o preço médio da energia vai ultrapassar pela primeira vez os 200 euros por megawatt hora (MWh). 

De acordo com o OMIE, o operador que gere o mercado ibérico diário e intradiário, o preço médio vai atingir os 216,01 euros/MWh em Portugal e Espanha. Este valor traduz uma subida de 13,8% face ao preço desta quinta-feira (189,83 euros/MWh).

O último recorde tinha sido batido na quarta-feira, 29 de setembro, quando o MWh alcançou o valor de 189,90 euros.

Esta sexta-feira, o horário mais caro será entre as 21h e as 22h, quando o preço máximo da eletricidade no mercado intradiário chegará aos 230 euros/MWh. Já o horário mais barato será entre as 15h e as 17h, quando o preço se fixará nos 198,77/MWh.

O disparo do preço da eletricidade neste início do mês de outubro acontece após oito recordes em setembro, mês em que a eletricidade custou, em média, 156,53 euros por MWh.

O mês de setembro foi o mais caro de sempre no mercado grossista ibérico, com o preço médio a fixar-se nos 155 euros/MWh.

Os preços elevados da eletricidade devem-se em grande parte à diminuição da produção através de fontes renováveis, nomeadamente as eólicas, pelo que a produção renovável não tem conseguido dar resposta à procura do mercado. 

Outro fator que tem influenciado a escalada de preços é o aumento do preço do gás natural nos mercados internacionais e o aumento dos preços das licenças de emissão de CO2. Dada a escassez de eletricidade gerada a partir do vento, as centrais de ciclo combinado a gás natural acabam por ser necessárias para dar resposta à procura, acabando por marcar o preço final da eletricidade.