Sociedade

Reação química causa ferimentos ligeiros a 11 trabalhadores numa empresa em Óbidos

O grupo de trabalhadores precisou de ser transportado para o Hospital das Caldas da Rainha, devido a problemas respiratórios e inflamação nos olhos. 


Um grupo de onze trabalhadores ficou com ferimentos ligeiros depois de uma reação química numa empresa de produção e comercialização de fruta, interrompendo a produção durante um período de tempo.

O acidente foi causado por um trabalhador que “misturou 25 litros de ácido sulfúrico com uma quantidade não apurada de óxido de cloro, o que criou uma reação química e a libertação de gases tóxicos", pouco depois das 10h desta sexta-feira, esclareceu o comandante dos bombeiros de Óbidos, Marco Martins, à agência Lusa.

O grupo de trabalhadores precisou de ser transportado para o Hospital das Caldas da Rainha, devido a problemas respiratórios e inflamação nos olhos, todos sido “considerados feridos ligeiros”.

Com a chegada dos bombeiros, a zona do laboratório foi evacuada para que os gases fossem libertados, e depois, "após a trasfega da mistura para uma área mais arejada", as restantes instalações também foram evacuadas "para que pudessem ser arejadas". Após a pausa do almoço, a empresa retomou atividade.

No terreno, estiveram 22 operacionais apoiados por 11 viaturas, entre as quais duas ambulâncias dos bombeiros do Bombarral, uma dos bombeiros do Cadaval e três da corporação de Óbidos, um veículo de combate a incêndios, a viatura médica de emergência e reanimação do Hospital das Caldas da Rainha e a GNR.

Os comentários estão desactivados.